A editora

Livros para ampliar os horizontes criativos.

Depois de 15 anos de atividades e mais de 80 livros publicados, iniciamos em 2021 um novo programa editorial, complementando um catálogo focado em design e arquitetura com livros de técnicas artísticas e do it yourself e passando a investir também em títulos internacionais.

Em uma trajetória muito diversa mas conectada por todos os lados aos temas culturais e às atividades de criação, esse novo movimento tem sido uma epifania para nós mesmos. Sempre vivemos de projeto em projeto, enxergando cada livro como uma janela para as pesquisas, vivências e reflexões de seus autores. Movidos pela curiosidade e pelo prazer de sermos transformados por novos pontos de vista. No fim das contas, acreditamos que também é esse tipo de inspiração que buscam nossos leitores. E nesse sentido, um livro-história, um livro-ensaio ou um livro-aula prática têm resultados diferentes mas valores iguais. Esse valor é o que esperamos oferecer na Olhares, das formas mais variadas, com a maior potência e amplitude possíveis.

Até aqui.

Ensaios documentais da história e da cultura brasileiras marcaram nossa produção inicial. Depois, passamos a investir em campos como os livros de artistas, os infantis, a gastronomia e as biografias. E chegamos à arquitetura e ao design, áreas em que construímos vínculos amplos e contínuos.

Conquistamos uma vez o Prêmio Jabuti e duas vezes o primeiro lugar no Prêmio Design do Museu da Casa Brasileira, além de outros destaques e menções. Em 2017, seis títulos da Olhares foram selecionados entre os 50 mais relevantes sobre o design brasileiro para a exposição Brasil Hoje – Como se Pronuncia Design em Português, apresentada em Lisboa. Coeditamos livros com o próprio MCB, com o instituto Tomie Ohtake, com o Museu Histórico Nacional, com marcas brasileiras e internacionais. Resgatamos histórias fundamentais dessas atividades no Brasil, contribuindo decisivamente para passá-las adiante.

Somos três sócios.

Daniel Brito, designer
Otavio Nazareth, editor
Pedro Queiroz, diretor comercial