logo-editora-olhares2@2x

Art Déco no Brasil

Coleção Fulvia e Adolpho Leirner

R$125,00

Em estoque

Ana Paula C. Simioni e Luciano Migliaccio

ISBN: 9788562114984

Número de páginas: 240

Formato: 28x28cm

Ano: 2020

Capa: capa dura

Peso: 1,8kg

Desde a primeira aquisição no início dos anos 1970, a coleção de art déco brasileiro de Fulvia e Adolpho Leirner foi pensada para ambientar sua própria residência, como contraparte da outra coleção do casal, de arte construtiva. Quase 50 anos depois, tornou-se um dos principais registros do período em que germinou o modernismo brasileiro. Já dominante no velho mundo, a estética art déco aportou por aqui na bagagem de artistas imigrantes – Gregori Warchavchik, Lasar Segall, Antelo Del Debbio, John Graz, entre outros – e de nomes nacionais que visitavam o velho continente, como Tarsila do Amaral, Vicente do Rego Monteiro, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Ismael Nery, Antonio Gomide, Regina Gomide Graz e Flávio de Carvalho, todos presentes no acervo dos Leirner. Com autoria de Ana Paula Simioni (IEB-USP) e Luciano Migliaccio (FAU-USP), o livro analisa obra a obra da coleção, repassando, a partir do que sobressai em cada item, os diversos aspectos artísticos do período. Cada obra vem acompanhada também de seu percurso em exposições e publicações. Além de ser um documento sem precedentes sobre o período, o livro demonstra a relevância da atuação do casal como colecionadores e rememora a formação do mercado de artes no Brasil.
“A Coleção Fulvia e Adolpho Leirner não apenas possui e conserva obras de valor histórico, mas ela própria é parte constitutiva da história da arte moderna no Brasil, tendo contribuído com exposições que suscitaram debates e reavaliações sobre esse momento da arte brasileira. Para compreender isso é preciso recuar um pouco no tempo. A década de 1970 assinalou uma importante etapa na maturidade do campo artístico no Brasil, em especial em São Paulo, por meio da consolidação de um mercado de arte. Multiplicaram-se os leilões comerciais e galerias, bem como despontaram alguns marchands. Num claro sinal de que a arte se tornava uma mercadoria valiosa, os bancos abriram linhas de crédito especiais para sua aquisição. A euforia do mercado artístico era contemporânea ao milagre econômico.” (…) “Compreender a lógica que perpassa a coleção, o princípio norteador de cada aquisição, de cada obra em particular, requer debruçar-se sobre as disputas em torno da definição de arte moderna, das quais os colecionadores participam com uma posição consciente e bastante original para o meio local.”

Avaliações
    {{ reviewsTotal }}{{ options.labels.singularReviewCountLabel }}
    {{ reviewsTotal }}{{ options.labels.pluralReviewCountLabel }}
    {{ options.labels.newReviewButton }}
    {{ userData.canReview.message }}
    ana_paula_cavalcanti

    Ana Paula Cavalcanti Simioni

    Mestre e doutora em Sociologia pela Universidade de São Paulo, desde 2009 é docente do Instituto de Estudos Brasileiros (USP).

    Conheça Também

    Grupo 30@2x

    Crochê crush

    Molla Mills

    R$120,00

    Grupo 48@2x22

    Combo Economia Criativa

    Martina Flor

    R$109,00

    Grupo 30@2x

    Arquitetura no divã

    Shirlei Zonis

    R$59,00

    Grupo 48@2x22

    Combo Arquitetura Moderna : Origens

    Jayme Vargas + Lauro Cavalcanti

    R$74,50

    Combo Aperfeiçoando na Anatomia Artistica

    Michel Lauricella

    R$123,00

    Combo Iniciando na Anatomia Artistica

    Michel Lauricella

    R$149,00

    R$125,00