O isolamento social evidenciou a importância de áreas verdes nas residências e isso deve influenciar nos futuros empreendimentos

Reprodução/Casa.com.br

Quem não gostaria de passar o isolamento social mais perto do verde? Parte fundamental no planejamento de projetos residenciais e novos empreendimentos, o paisagismo vem ganhando destaque durante a pandemia. “A arquitetura e o projeto de interiores sempre se sobressaíram às áreas externas, mas nos últimos anos, potencializado pelos últimos meses de pandemia, as áreas comuns dos edifícios ganharam mais destaque”, explica Giovana Driessen, especialista em paisagismo e COO da Elephant Skin, para o Casa.com.br. 

Mas não é só em espaços privados que essa tendência é percebida. Afinal, quem não lembra da polêmica sobre as obras do Vale do Anhangabaú, em São Paulo, que ganhou as redes em julho? Pensando no cenário pós-pandemia, Giovana acredita que o paisagismo tem grande papel na busca por melhor qualidade de vida. “Graças a novos métodos de trabalho remoto, as pessoas não precisam mais necessariamente viver próximas ao trabalho, permitindo um novo leque de opções de onde morar. As pessoas poderão explorar mais o que as deixam felizes sem abrir mão de seus empregos e consequentemente estarem mais próximas da natureza.”

Conteúdo por . Leia a matéria completa.

Anhangabaú, o novo Minhocão da metrópole, por Ricardo Cardim

Artigo escrito pelo botânico e paisagista em seu site Árvores de São Paulo

Casa rodeada pela natureza e com vista para o mar na Indonésia

A construção faz parte do Uluwatu Surf Villas, hotel localizado no sul de Bali

construção bioclimática

Construção bioclimática: uma aposta para o futuro

Biblioteca na Indonésia leva em consideração as condições climáticas e o design multifuncional