Elas enfrentaram discriminação e por vezes tiveram seus créditos roubados, mas pavimentaram o caminho para muitas jovens arquitetas

Lina Bo Bardi é, ainda hoje, um dos principais nomes da arquitetura brasileira | Fotos: Live Apto/Divulgação/ Reprodução/Casa.com.br.

Todo dia é dia de reconhecer a importância das mulheres na sociedade, enaltecer as suas conquistas e olhar para frente visando uma maior inclusão e representatividade. Mas hoje, no Dia Internacional da Mulher, vale ainda mais olhar para o nosso setor e refletir sobre essas questões.

Segundo a revista de design Dezeen, apenas três das 100 maiores empresas de arquitetura do mundo são chefiadas por mulheres. Somente duas dessas empresas têm equipes de gestão compostas por mais de 50% de mulheres, e os homens ocupam 90% dos cargos de maior classificação nessas corporações. Em contrapartida, a desigualdade entre os cargos de chefia na arquitetura não é indicativo do atual interesse feminino pelo setor, que, pelo contrário, está aumentando. De acordo com o University and Colleges Admissions Service do Reino Unido, em 2016 a divisão entre homens e mulheres que se inscreveram para estudar arquitetura nas universidades inglesas foi de 49:51, um número superior à divisão de 2008, que registrou a marca de 40:60.

Apesar dos números irrefutáveis, é importante saber que é possível interromper e reverter esta desigualdade na arquitetura. Oito mulheres entraram para a história desta forma.

Conteúdo por . Leia a matéria completa.

Casa NaToca apresenta lofts para hospedar amigos e família

Os ambientes foram criados para receber de forma especial os hóspedes da família de Pati Beck e Gustavo Zylbersztajn, moradores da Casa Mapu, onde a mostra ocorre de maneira virtual

Retrofit transforma antigo hotel carioca em residencial

A reforma vai criar 50 apartamentos no antigo Hotel Paysandu, além de prever espaços coletivos e uma área de lazer no rooftop, sem descaracterizar a arquitetura

Paredes estampadas dão identidade a empresa de streaming em São Paulo

Entre grafites, papéis de parede e lambe-lambes, ilustrações de Attilio e Gregório ajudam a conferir personalidade ao projeto