Passeio virtual pela Casa Modernista

O cenário da Modernos Eternos não podia ser mais indicado: a Casa Modernista da Rua Bahia, um dos projetos pioneiros de Gregori Warchavchik, primeiro arquiteto – e designer – moderno a construir no país. A mostra, que tem no seu DNA a provocação à mistura de estilos de tempos diversos, tinha previsão de acontecer fisicamente no local, e adaptou sua proposta para que os espaços da casa servissem de referência aos participantes. E apesar da saudade de passear num evento, o digital também mostrou suas vantagens. Os espaços, todos desenhados em 3D, com visão 360o, são assinados por mais de 50 profissionais, de 11 estados do Brasil, entre outros que trabalham na Europa, EUA e China.  

Um destaque: a programação de lives da Modernos Eternos, em geral fazendo uma ponte entre gerações de criadores. No dia 16, as 12h30, a conversa será com Ana Paula Simioni, uma das autoras do livro Art déco no Brasil – Coleção Fulvia e Adolpho Leirner, recém-lançado pela Olhares.

Em Paris, também via digital

Para quem quiser dar voos digitais mais longos, também está aberta, até 18/09, a Maison&Objet, importante evento internacional de design e decoração, sediado em Paris. A plataforma hospeda imagens do showroom de cada uma das mais de três mil marcas participantes, com seus destaques e lançamentos. Um programa de palestras se dedica a tendências e inspirações para os visitantes.

A casa no museu

A produção artística dirigida para itens da casa, da indústria e de outras áreas é o tema da exposição Projetos para um cotidiano moderno no Brasil, 1920-1960, que vem sendo preparada pelo Museu de Arte Contemporânea da USP. A professora Ana Magalhães, que toma posse essa semana como diretora do MAC e a pesquisadora Patrícia Freitas contam, nessa entrevista, sobre a pesquisa para a montagem da mostra e dão uma aula sobre o tema.

As cores do ano da Coral

A marca anuncia hoje suas sugestões cromáticas para 2021. A apresentação é embasada pelo estudo de tendências de cores e comportamento que levaram à escolha das quatro paletas que vão dar o tom do próximo ano.

Parede indiscreta

Tentando equalizar com tecnologia questões de conforto, segurança e limpeza, a cidade de Tokyo instalou seus primeiros banheiros públicos transparentes, projetados pelo escritório de Shigeru Ban, vencedor do prêmio Pritzker em 2014. As paredes de vidro ‘inteligente’ têm opacidade variável e, quando vazios, os banheiros são fortemente iluminado com tons coloridos. Claro, está longe de serem consenso.

Serra fluminense na Dwell

Uma casa de Rodrigo Simão, arquiteto atuante em Petrópolis, foi destaque no site da revista americana esses dias.

IAB na rede

Terça 08/09, às 11h, o Instituto dos Arquitetos do Brasil de São Paulo inicia a série de lives “(re)pensar o ensino”. Começa pela discussão – e negação – da PL529/20, proposta do governo estadual de corte nas universidades e na Fapesp. Com Renato Anelli e Mariana Wilderom.

Experiências arquitetônicas cruzadas

Em seu projeto para a Sala de Espelhos, sala de leitura da Editora Olhares na Modernos Eternos SP, Pitá Arquitetura inverte ponto de vista com piso espelhado e móveis dispostos no teto, buscando refletir (literalmente) sobre as proporções da Casa Modernista

Um panorama do design brasileiro em nossas páginas

De forma não programada, o design brasileiro de móveis se tornou o tema mais recorrente da Editora Olhares na última década

O uso imaginoso do azulejo

Uma visão engajada e afetiva da arquitetura, valorizando sua função social, uma atuação versátil e o viés artístico