O evento será nesta quinta-feira (7), às 18h, no YouTube do Museu da Casa Brasileira, com um bate-papo com Amanda Beatriz Palma Carvalho e Karen Matsuda, curadoras da exposição em cartaz no MCB e autoras do livro, e mediação de Giancarlo Latorraca, arquiteto e diretor técnico do museu.

Bernardo cresceu e iniciou sua vida profissional em Ipanema, numa época em que o bairro praiano carioca emanava suas manifestações criativas mundo afora. Se formou no auge do período moderno e atuou com pioneirismo e sucesso em experiências criativas diversas. Seu design de produtos vai do mobiliário para o projeto original do palácio Itamaraty em Brasília a uma produção que visava popularizar o acesso a móveis com desenho e qualidade. Como arquiteto, projetou dezenas de prédios residenciais, em especial no Rio de Janeiro, se dedicou à arquitetura de feiras internacionais, ajudando a construir a identidade brasileira nos anos 1960 e 70, e inaugurou em sua prancheta a era dos shoppings centers no país.