A empresa anunciou em um evento virtual o terroso Pedra Esculpida como cor do ano e quatro conjuntos de tons que representam diferentes tendências do morar

Em meio a um ano atípico, no qual muitas pessoas passaram a maior parte do tempo em suas casas e precisaram enfrentar novos medos e desafios, a Coral anunciou suas apostas para 2021, todas norteadas pelo tema coragem, qualidade que muitos de nós tivemos que desenvolver ao longo de 2020. Elas são resultado do ColourFutures, um estudo global promovido pela AkzoNobel que investiga comportamentos e os traduz na cor do ano, o terroso Pedra Esculpida, e nas quatro paletas lançadas pela marca de tintas. 

Pedra Esculpida: a cor de 2021

Fotos: Divulgação

O tom terroso atua como base para outras cores. No décor, pode estar em combinações quentes ou neutras. “É uma tonalidade que fala sobre equilíbrio, estabilidade e potencial”, nas palavras de Heleen Van Gent, diretora de criação do Centro de Estética Global da AkzoNobel.

Abaixo, veja as quatro tendências apontadas pela marca para o próximo ano e as paletas referentes a cada uma delas, todas com Pedra Esculpida como âncora:

Autoconfiança: cores expressivas

Fotos: Divulgação

Segundo o estudo, as pessoas cujas palavras causaram maior impacto nos últimos tempos foram aquelas corajosas para defender o que acreditam. Para recarregar as energias, alimentar a alma e aumentar a autoconfiança, a paleta é formada por cores expressivas e fortes para ambientes cheios de personalidade. A ideia é que os tons de rosa e vermelho ampliem a criatividade e reforcem o senso de identidade de quem vive ali. 

Cores: Pedra Esculpida, Bronze Tibetano, Vermelho Blefe, Vermelho Henna, Chá Dançante, Presente Romântico, Luxo Moderno, Campo de Alfazemas, Vestido de Boneca e Cereja Intensa. 

Solidariedade social: cores para unir

Fotos: Divulgação

Uma tendência potencializada pela pandemia foi a solidariedade. Viu-se também uma criação de diversas comunidades virtuais para suprir a falta dos encontros presenciais durante o isolamento social e novas formas das pessoas se conectarem umas às outras. É disso que a paleta Cores para unir trata. O conjunto de terrosos, neutros e suaves incentiva a comunicação, a integração e a colaboração. No décor, funciona muito bem com materiais naturais, como madeira, cobre e cerâmica. 

Cores: Pedra Esculpida, Pena Prateada, Amêndoa Confeitada, Marrom do Século, Cinza Fóssil, Corços Brancos, Teatro Barroco, Marrom Havana, Marrom Ardósia e Céu Cinzento.

Reavaliar o passado: cores atemporais

Fotos: Divulgação

Para aqueles que rejeitam modismos e prezam por um futuro sólido e sustentável. A paleta Cores atemporais é voltada para ambientes com revestimentos que permitam abraçar a tradição, evoluir e contar histórias pessoais. Formada por amarelos, ocres e neutros, tem tudo a ver com valorizar o passado e buscar relevância para o futuro. O objetivo do conjunto é justamente o que o nome indica: criar espaços atemporais que aceitam qualquer combinação de móveis e objetos. 

Cores: Pedra Esculpida, Vista do Imperador, Cappuccino, Ouro Monarca, Creme Brulée (cor de 2019), Teia de Aranha, Silêncio de Inverno, Branco Barbante, Branco Europeu e Cobre Suave.

Consciência ambiental: cores do planeta

Fotos: Divulgação

A paleta une duas tendências: sustentabilidade e biofilia. Pensado a partir da procura em reduzir nosso impacto no planeta e também da necessidade de trazermos a natureza para dentro dos espaços internos, principalmente para as residências em centros urbanos, o conjunto traz tons que remetem ao mar, céu, grama, árvores e ao solo. São azuis, verdes e marrons que trazem a sensação de calma e reequilíbrio aos espaços. 

Cores: Pedra Esculpida, Praça no Inverno (cor de 2020), Jardim da Meia-noite, Mistério do Oceano, Blueberry, Vento Suave, Tempestade Iminente, Melodia Suave, Esgrima e Mica Negra.

Para todos os gostos: quais cores vão reger 2021?

A Sherwin-Williams lançou quatro paletas com os tons que prometem ser tendência no próximo ano

Sala da casa de Fernando Brandão em Xangai entre as mais bonitas do mundo

Publicado pela editora Rizzoli, o livro The most beautiful rooms in the world apresenta cem projetos que foram destaque na Architectural Digest de diferentes países

De Pantone a marcas de tinta, mostramos as cores definidas para brilhar em 2020

Veja cinco paletas sugeridas pela marca norte-americana com a tonalidade que pautará o início da próxima década e os demais tons definidos por Suvinil, Coral e Eucatex