Assinados pela carioca Andrea Chicharo, os apês em Lisboa mesclam o melhor dos dois países

Há alguns anos a arquiteta Andrea Chicharo se divide entre projetos no Brasil, em Miami e em Portugal. “A diferença básica é que no Brasil o projeto de interiores é para os moradores que habitam aquele lugar. Fora do país alguns são para moradia, mas muitos outros são a segunda casa”, conta a profissional ao Janela. É o caso dos dois apartamentos apresentados aqui, um para uma família de brasileiros que vive em Londres e passa temporadas no Estoril, e outro no centro de Lisboa, que surgiu a partir da necessidade da própria arquiteta de ter um porto seguro em suas constantes visitas à cidade.

Mistura de épocas e nacionalidades

No térreo, estar, sala de jantar e cozinha são integrados. O home theater é separado dos demais por portas de correr. | Fotos: André Nazareth.

Em sua cobertura em Lisboa, Andrea realizou uma reforma radical. O dúplex teve seus espaços redistribuídos e ganhou novos revestimentos e projetos de iluminação e hidráulica, mantendo apenas o telhado e esquadrias originais. No primeiro andar, o home theater foi integrado à sala graças à mudança de posição da escada. A vista do rio Tejo é protagonista, com o sofá e uma dupla de poltronas voltadas para ela no estar. A sala de jantar foi integrada à cozinha depois da mudança da porta de entrada. O décor misturou peças de diferentes nacionalidades e épocas, caso do painel de azulejos do século XVII e da cômoda do século XVIII na entrada do apê.

A varanda teve uma das paredes revestida com azulejos portugueses artesanais do século XVII e outra com jardim vertical. | Fotos: André Nazareth.

As paredes do closet foram derrubadas para garantir um espaço maior para a suíte máster, no segundo andar. A banheira foi instalada na área do banheiro com o teto mais baixo, aproveitando cada cantinho da planta. | Fotos: André Nazareth.

Os quartos receberam papel de parede cinza claro e cabeceiras desenhadas por Andrea. | Fotos: André Nazareth.

Mar como inspiração

Tons e materiais se misturam no estar integrado à sala de jantar. Ali, o buffet em nogueira desenhado por Andrea. | Fotos: André Nazareth.

No apartamento em Estoril, feito para brasileiros que moram em Londres e passam os verões em Portugal, Andrea utilizou o tom turquesa do mar visto da varanda para pintar as paredes da sala. “Adoro levar referências do Brasil para outros países em que trabalho”, conta a arquiteta, que compôs o décor com quadro de Jose Bechara, foto de Bruno Veiga, escultura de Marta Rocha, entre outros brasileiros. O mobiliário mesclou o estilo industrial com o cobre, o rústico da madeira de demolição e as fibras naturais. O toque português também aparece no projeto, evidenciado na parede de azulejos produzidos com a tradicional técnica de pintura artesanal da cozinha.

Na varanda foram dispostas áreas de estar, descanso e refeição, todas com vista para o mar português. | Fotos: André Nazareth.

Na suíte máster, integrada à varanda, traz o banheiro completamente aberto, que veio na planta e foi mantido a pedido dos clientes. No décor, papel de parede imitando palhinha e cama de couro. | Fotos: André Nazareth.

Cor também nos quartos, seja nas paredes, em acessórios ou nos jogos de cama. | Fotos: André Nazareth.

Azulejos produzidos artesanalmente e armários e bancada de corian branco na cozinha. | Fotos: André Nazareth.

Sala da casa de Fernando Brandão em Xangai entre as mais bonitas do mundo

Publicado pela editora Rizzoli, o livro The most beautiful rooms in the world apresenta cem projetos que foram destaque na Architectural Digest de diferentes países

Memórias e modernidade em casa na serra fluminense

O estilo contemporâneo, a valorização do terreno e o resgate do passado se alternam no projeto do escritório carioca Ao Cubo Arquitetura em Araras

Integração e luz natural em reforma de casa em Tóquio

Projeto comandado por Takeshi Yamagata reaproveitou o mobiliário herdado pelo morador