Cobertura de 220 m², em São Paulo, mescla peças antigas e déco com arte e design contemporâneos de primeira linha

Morador de Higienópolis, o advogado contou com a ajuda do designer de interiores José Roberto Moreira do Valle para encontrar o novo apartamento que atendesse seu desejo de ter espaço de sobra para receber a família e os amigos. Depois da reforma de um ano, o imóvel nos Jardins ganhou personalidade com revestimentos nobres, mistura de estilos e obras de renomados artistas. O design nacional, representado por cadeira e tapete dos irmãos Campana, se combina a peças de marcas internacionais, como B&B Italia, Minotti, Herman Miller e Vitra. Na seleção de quadros, chama atenção as Monalisas de Nelson Leirner, gravuras de Florian Raiss, a pop-arte de Lichtenstein e a pintura de Paulo von Poser sobre o painel de imbuia no estar.

No primeiro pavimento, o living se comunica com a sala de jantar e a cozinha. Os materiais escolhidos aqui foram: painel de imbuia e tijolos para as paredes, e granito Andorinha escovado para o piso. O tapete Sushi de Fernando e Humberto Campana pontuou o laranja e o vermelho da paleta. O sofá é da B&B, a poltrona da Minotti, cadeira Jenette, dos Campana, e pufes e mesas de mármore desenhados pelo arquiteto – a de centro era a de refeições do apartamento anterior. A sala de jantar se compõe de mesa Tudor (Micasa) e cadeiras de escritório beges da Herman Miller. “São muito confortáveis e dão suporte ao morador quando ele trabalha em casa”, afirma Moreira do Valle. De formas esculturais, a escada de aço corten, projetada para o imóvel, se insere de forma elegante na decoração.

Na área íntima, o generoso quarto integrou-se ao closet e ao banheiro, com portas de correr e persianas entre os vidros para maior privacidade. Na porta de um dos armários, o designer inseriu a TV. A clássica poltrona Womb, de Eero Saarinen, faz parceria com o sofá Moz (Micasa). Também no piso térreo, o lavabo exibe bancada com cuba esculpida em mármore coberta com seixos escuros, remetendo à natureza.

O amplo pavimento superior conta com lounge, cozinha gourmet e chuveirão para os dias de calor. Sob a nova estrutura metálica, posicionou-se vários assentos para favorecer a interação entre os convidados do morador, que se reúnem para almoços e sessões de cinema no espaço. Aço corten se combina a tijolo (Palimanan) para “um luxo descontraído”, segundo Moreira do Valle. Sofá Square de veludo marrom da Micasa, poltrona Slow, de Ronan e Erwan Bouroullec para Vitra, poltrona Luis XV antiga (Began) e outra déco revestida de croco. O tapete veio do Nepal (Bellouchi) e os desenhos na parede da escada, formando grande painel, são de Flavio de Carvalho. Há ainda uma mandala do norte-americano Damien Hirst. Com pitangueiras e jabuticabeiras, o paisagismo leva a assinatura de Marcelo Faisal.